"Educação Ambiental é uma coisa mais séria do que geralmente tem sido apresentado em nosso meio" Aziz Ab´Saber

20 setembro, 2007

Fogo no Pantanal

"o fogo já destruiu 70 mil hectares de mata no Pantanal

Um incêndio já destruiu 70 mil hectares de vegetação no Pantanal. Os bombeiros recebem a ajuda de voluntários na tentativa de controlar as chamas. O trecho ao longo da rodovia que liga Corumbá a Campo Grande é um dos mais afetados. A fumaça atrapalha a navegação no Rio Paraguai. A visibilidade é pouca e fica difícil enxergar as placas de sinalização.

o Instituto Estadual de Florestas (IEF), foram destruídos 275 hectares de vegetação, sendo que 263 faziam parte da reserva. Um avião, um helicóptero e 70 pessoas, entre brigadistas e bombeiros, trabalharam no combate às chamas.

No Parque Estadual da Boa Esperança, também em Minas, o fogo já destruiu pelo menos 150 hectares da mata. O Corpo de Bombeiros montou uma base de apoio em uma fazenda dentro do parque. Um helicóptero é usado para fazer o transporte de 14 bombeiros que combatem o fogo.

No Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso, o incêndio dura 12 dias. As chamas já destruíram quase 15% da vegetação do parque. A fumaça gerada pelo incêndio atrapalha a visibilidade e impede o uso de aviões no combate às chamas.

No Parque Nacional dos Carajás, no Pará, os focos de incêndio se concentram em uma região montanhosa. O fogo, que começou há 15 dias, já destruiu 1.500 hectares de vegetação. Segundo o chefe do parque, o incêndio foi criminoso. Até agora, o responsável pela queimada não foi identificado. Trinta homens estão acampados no meio da mata. Os ambientalistas estão preocupados. Há espécies de plantas e animais que só existem na região."
fonte: O GLOBO

se já não bastasse o homem devastando o bioma com desmatamento, agricultura, ainda continuam as queimadas mal controladas, por donos de terras que insistem nessa prática.
o prejuízo de toda essa mortandade ecológica é incalculável.....até quando isso vai acontecer?? até não sobrar mais nada??

Nenhum comentário:

 
©2007 '' Por Elke di Barros